A Areia nunca cai no mesmo sitio

Concerto ilustrado OSP + JAS (Portugal) inserido no Festival Big Bang

Este concerto é um verdadeiro convite à imaginação e inspiração humanas. Debussy, inspirando-se no poema de Mallarmé, retrata um fauno. Na sua dança sagrada e profana para harpa, um dos mais antigos instrumentos do mundo, o nosso espírito emociona–se. Com Milhaud somos levados para outra dimensão da dança, o tango. Na interação com o artista plástico JAS, a música passa a ser uma espécie de partitura do desenho em areia realizado ao vivo. Aqui, o maestro rege tanto a orquestra como o desenho, podendo a performance visual dirigir todo o público.

Centro Cultural de Belém, Lisboa

Ficha Técnica

Harpa | Carmen Cardeal

Desenho em tempo real | João Alexandrino aka JAS

Movimento | Marta Lapa

Direção musical | Jean-Marc Burfain

Para mais informações clique aqui


IMG_4732

 


IMG_4783

 


IMG_4779

 


IMG_4731

 


IMG_4780

 


bigbang_1459_(c)NunoDuarte (1)

 


IMG_4782

 


IMG_4720

Leave a Comment!

Your email address will not be published. Required fields are marked *